Lendas e tradições

DANÇAS E CANTARES
O povo da Freguesia de São Pedro, conforme as suas origens, tem uma tradição migratória que pertence ao litoral. Como tal, ao longo do tempo, o corridinho, a marcha, o fado e a canção são as danças que mais representam a sua forma de ser.
 
Foram em dias festivos, como o Carnaval, o Primeiro de Maio, as festas de São Pedro, que as grandes manifestações de danças e cantares se fizeram.
O levantamento efectuado pela Junta de Freguesia reporta-nos ao ano de 1939, com o Rancho das Peixeiras, o qual estabeleceu um laço profundo com a actividade piscatória de então, através dos trajes.
 
Os cantares são tão antigos como a existência do povo. Se a arte de cantar veio de Ílhavo, depressa ficou em São Pedro, acompanhando a vida social e profissional fixada nas areias desse tempo. 
Cantava-se a lavar e a estender a roupa ao sol, a corar os lençóis na branca areia das casas junto à praiae, muitas vezes, para esconder a amargura duma vida árdua e incerta.
 
Porém, actualmente, já não se canta tanto. Muito do que se cantava então, foi desaparecendo com o passar das gerações, da mesma forma que os poços de água para a lavagem de roupa deixaram de existir.
 
TRAJES CARACTERÍSTICOS
De acordo com documentos antigos desta região, as mulheres retratavam-se com aventais de popelina bordados de fino e bonitos riscos pelas bordadeiras de então, saias de mazona preta, blusas de crepe e lenços de cachené, rodilha de trapos, cesta de sardinha e xaile para enrolar a criança ao colo.
Os homens, por seu turno, vestiam camisola de xadrez de baeta, calça de serrobeco, boina preta ou barrete de mazona ou lã e cinta do mesmo tecido. O foquim era o objecto de ligação ao trabalho.
 
JOGOS E BRINQUEDOS TRADICIONAIS
De acordo com as memórias dos mais velhos, recuperaram-se alguns jogos que entretinham as gerações de outrora. O jogo da péla e o dos ganizes eram os preferidos pelas mulheres. Os homens já preferiam a malha ou jogo do piço, a chapa, o prego e as cartas (sueca, bisca).
 
Normalmente, praticavam-se estes jogos aquando o regresso dos pescadores da pesca do bacalhau e outras viagens, quer durante a semana, quer ao domingo.
Actualmente, só em acções associativas é que se praticam a maior parte destes jogos, sendo o das cartas o mais preferido.